Ejaculação  Precoce Fique por Dentro do Assunto

Você provavelmente já ouviu falar ou já conheceu alguém que tem ou teve ejaculação precoce. Você até mesmo pode já ter sofrido com essa condição. Se já, você faz parte do 1/3 da população masculina que tem ejaculação precoce. Isso mesmo, mais de 30% dos homens têm ejaculação precoce. Muitos negam, talvez por preconceito ou por medo de serem taxados como “menos homem”, mas o importante para quem sofre com isso é procurar ajuda nessa questão delicada.

DEFINIÇÃO

A definição do que é ou do que não é ejaculação precoce é um tanto problemática, pois cada homem tem seu ritmo durante a relação sexual; e cada casal tem seu ritmo, o que pode atrapalhar na hora de se fazer um diagnóstico confiável. A comunidade médica, através de diversas pesquisas e estudos, definiu alguns parâmetros para tentar definir o que é ejaculação precoce.

O mais aceito é o que diz o seguinte: se o homem facilmente ejacula antes da parceira chegar ao clímax, sem conseguir controlar essa situação em mais da metade das relações sexuais, então se pode dizer que esse homem sofre de ejaculação precoce.

Outros estudos dizem que ejaculação precoce é quando o homem ejacula em menos de um minuto de penetração, ou antes, mesmo dela acontecer. Não importa a definição. Se a sua vida sexual está sendo atrapalhada por uma ejaculação rápida demais, então está na hora de procurar ajuda.

BUSCANDO AJUDA

Não é fácil para o homem admitir seu problema, aceitar que algo está errado e sair em busca de ajuda. O homem desde cedo é compelido a demonstrar e afirmar sua masculinidade e sua virilidade. Admitir e aceitar que sofre de ejaculação precoce pode soar como uma perda da sua tão protegida e resguardada masculinidade, o que é um desastre para o homem. Porém, o que é preciso entender, é que esse é um problema que dificilmente será combatido sozinho, sem buscar ajuda de Como  Evitar a Ejaculação Precoce

TRATAMENTO

No mercado há diversos tipos de tratamento, um para cada causa que gerou o problema. Nesse ponto é importante frisar que conhecer as causas do problema é a primeira etapa. As causas podem ser as mais diversas, mas comumente é associada à ansiedade, à depressão, à baixa autoestima, hipersensibilidade peniana, dentre outros fatores.

Os tratamentos mais comuns para a ejaculação precoce são as terapias psicológicas e a reeducação sexual. Os dois tipos de tratamento tem por objetivo induzir o paciente a mudar seu comportamento, tanto sexual quanto afetivo. Através destes tratamentos o paciente vai, aos poucos, recuperando o controle sobre sua ereção, estímulo e como evitar a ejaculação precoce.

Formas comuns são treinamentos como o clássico “começa-e-para”, no qual o paciente se estimula e, quando fica ereto, cessa as estimulações. Repete o processo até o pênis ficar novamente ereto e para de novo. Com essa técnica o paciente vai aumentando o limite de tempo em que consegue manter a ereção e, pouco a pouco, vai recuperando o controle de sua ejaculação.

É muito importante que o homem procure ajuda nessa situação, pois, se a vida sexual não anda bem, nada anda bem. É uma questão de qualidade de vida.

Esta entrada foi publicada em Saúde. ligação permanente.